Norte-americana nadou mais de 50 horas de Cuba à Florida


À quinta vez, a persistência saiu vencedora. A norte-americana Diana Nyad conseguiu um feito inédito: nadar 53 horas ininterruptas entre Cuba e Florida, sem qualquer protecção contra tubarões. O feito histórico não passou despercebido ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que já deu os “parabéns” à nadadora.

Norte-americana nadou mais de 50 horas de Cuba à Florida

A nadadora norte-americana Diana Nyad gravou ontem (segunda-feira) o seu nome na história ao conseguir nadar, durante 53 horas ininterruptas, os 180 quilómetros entre Cuba e a Florida, nos Estados Unidos, sem qualquer protecção contra tubarões.

Aos 64 anos, e à quinta vez, Diana levou a melhor e conseguiu concretizar o seu sonho. Partiu de Havana no início de sábado, gritando “coragem” enquanto entrava na água, e chegou na tarde desta segunda-feira à praia de Key West, onde dezenas de pessoas a aguardavam.

Já perto da ‘meta’, a nadadora gravou a seguinte mensagem: “Estou a nadar os meus últimos quilómetros no oceano. Este é o sonho da minha vida e estou muito, muito feliz por estar convosco. Algumas pessoas da equipa são minhas amigas, outras conheci há pouco tempo. Mas digo-vos que são um grupo especial. Vocês conseguiram, vocês são profissionais e têm um grande coração. Portanto vamos lá acabar com isto para termos uma festa de arrasar“.

À medida que se aproximava da praia de Key West, na Florida, ainda apareceram várias alforrecas, que a equipa procurou afastar para evitar que a atingissem. Até porque, na última tentativa, em 2011, Diana não foi muito longe na sua travessia devido a picadas de alforrecas, cujo veneno a nadadora descreveu como óleo quente a entrar no corpo.

Quem também congratulou este feito foi o próprio presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que através da sua conta do Twitter escreveu: “Parabéns à Diana Nyad. Nunca desistam dos vossos sonhos“.

A única vez que o Estreito da Florida foi atravessado a nado foi em 1997, pela australiana Susan Maroney, mas fê-lo numa jaula para se proteger dos tubarões, quando tinha 22 anos.

Anúncios

Deixe o seu comentário ele é muito importante para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s