Atividades conscientizam população carioca sobre importância da prevenção de acidentes de trabalho


 

  A Central do Brasil, um dos pontos de maior movimentação de pessoas da capital fluminense, foi o local escolhido hoje (7), Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho, para uma atividade de conscientização da população sobre a importância de se evitar esse tipo de acidente. De acordo com o Ministério da Previdência Social, o Brasil registra cerca de 700 mil casos por ano.

O evento, de iniciativa do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ), contou com painéis informativos, equipamentos e técnicas de segurança do trabalho, além de serviços de saúde. As atividades vão até as 18h.

Cerca de dez tendas e duas vans estão montadas hoje (7), na entrada da estação Central do Brasil, no centro do Rio, em comemoração ao Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho. O objetivo é conscientizar à população sobre a importância de evitar de acidentes deste tipo, que contabilizam no Brasil, segundo o Ministério da Previdência Social, 700 mil casos por ano.

O evento, que é uma iniciativa do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ), conta com painéis informativos sobre prevenção de acidentes, equipamentos e técnicas de segurança do trabalho e serviços de saúde.

Nas tendas montadas no local, as pessoas podem verificar o nível de glicose, aferir a pressão arterial, fazer exames de mama, acuidade visual, ginástica laboral e prova de função pulmonar, entre outros. Também são exibidos vídeos sobre doenças sexualmente transmissíveis, alcoolismo e tabagismo. O Ministério do Trabalho está com uma van para emitir carteira de trabalho informatizada.

De acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), o Brasil ocupa o quarto lugar entre os países com maior índice de acidentes. Quase 2,5 milhões de trabalhadores morrem por ano no mundo em razão de acidentes e enfermidades relacionados ao trabalho.

Para o engenheiro de segurança do trabalho e vice-presidente do Crea-RJ, Jaques Sherique, o Brasil ainda precisa progredir na área de prevenção. “Temos avançado muito quanto à questão no Brasil, mas ainda não atingimos patamares de países desenvolvidos. Precisamos de políticas intensas para melhorar a proteção dos trabalhadores”, disse.

A estudante de segurança do trabalho Daniele Berlanda, de 31 anos, achou o evento positivo. “Fui indicada pelo curso para vir aqui. Estou achando muito bacana esta iniciativa”, disse. Para a operadora de caixa Eliane Darneles, de 42 anos, o mais interessante são os exames gratuitos. “Eu fiz o exame da glicose e estou indo fazer o de mama. Achei muito bom ter estandes de saúde. Eu saio cedo de casa e chego tarde, por isso não tenho tempo de ir ao médico. Está sendo um adianto na minha vida fazer esses exames aqui”, declarou.

Sherique estima que 100 mil pessoas passem pelas tendas montadas no local. “O objetivo foi trazer o evento para um espaço aberto, para que o público tivesse conhecimento do assunto. Trouxemos 1.500 cartilhas informativas, em dez minutos elas acabaram, esperamos uma rotatividade grande”, disse.

Anúncios

Deixe o seu comentário ele é muito importante para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s