Atropelamento de animais é comum nas rodovias de Jundiaí, SP


Associação Mata Ciliar recebe quatro casos por semana, em média.
Só em 2012, foram 40 animais silvestres capturados nas rodovias da região.

Jaguatirica foi atropelada quando tentava atravessar rodovia em Campo Limpo Paulista (Foto: Reprodução/TV TEM)

Jaguatirica atropelada passou por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos.

O atropelamento de animais silvestres nas rodovias da região de Sorocaba (SP) e Jundiaí (SP) acontece com muito mais freqüência do que se pode imaginar. Segundo a Polícia Ambiental, é comum os animais serem encontrados com ferimentos nas rodovias da região.

A Associação Mata Ciliar, em Jundiaí, recebe em média quatro casos de atropelamento de animais por semana. A boa notícia é que muitos desses animais conseguem se reintegrar à natureza.

De acordo com a concessionária que administra as rodovias Anhanguera e Bandeirantes, na região de Jundiaí, só em 2012, 40 animais silvestres foram capturados nas vias. A concessionária tem uma parceria com a Ong Mata Ciliar, e encaminha os animais que são vítimas de atropelamento para a associação.

Em outubro do ano passado, uma fêmea de lobo-guará foi levada até a associação após ser atropelada em uma rodovia que passa pela cidade de Lorena, no Vale do Paraíba Paulista. Desde então, o animal vem se recuperando de uma cirurgia para corrigir a fratura exposta que sofreu em uma das patas. Se tudo ocorrer bem, em cinco meses, a fêmea deve voltar à natureza.

Mas, infelizmente, os casos nem sempre terminam com um final feliz. Na última sexta-feira (12), a jaguatirica atropelada por um caminhão na Rodovia Edigard Maximo Zamboto, que liga Campo Limpo Paulista a Jundiaí, foi levada para a associação. Os biólogos e veterinários fizeram de tudo para salvar o animal, que infelizmente não resistiu e acabou morrendo por causa de várias fraturas e uma hemorragia pulmonar.

Outra história parecida é a da onça Anhanguera, que recebeu o apelido depois de ter sido atropelada, em setembro de 2009, na rodovia com mesmo nome. Depois de um ano e quatro meses de recuperação na Mata Ciliar, a onça foi solta. Mas em maio do ano passado foi encontrada atropelada novamente na rodovia, e desta vez não resistiu aos ferimentos e morreu.

Ao encontrar um animal nas rodovias, a Polícia Ambiental orienta que o motorista ou pedestre informe a polícia. Em Jundiaí, o telefone é o (11) 4587-1811. Em Sorocaba, o telefone da Polícia Ambiental é o (15) 3228-2525.

Anúncios

Deixe o seu comentário ele é muito importante para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s