Ausência de monitoramento do degelo nos Andes preocupa a Unesco


Órgão ligado à ONU faz alerta sobre consequências do derretimento.
Cientistas apontam mudança climática como causa das alterações.

Cordilheira dos Andes no Chile (Foto: Eduardo Carvalho/G1)

Visão aérea da Cordilheira dos Andes no Chile. Ausência de dados sobre o degelo na região preocupa autoridades.

A falta de controle do derretimento das geleiras na Cordilheira dos Andes gera alarme entre os cientistas e especialistas da Unesco reunidos a fim de recomendar aos países andinos que tomem medidas urgentes ante a ameaça de mudança climática.

“É preocupação da Unesco a falta de monitoramento por parte dos países andinos vulneráveis ao derretimento das geleiras e suas consequências para as comunidades vizinhas”, afirmou às Siegfried Demuth, chefe de Hidrologia e das Ciências da Água.

O “Fórum Internacional de Geleiras: desafios da pesquisa a serviço da sociedade em função da mudança climática”, que conclui nesta quinta-feira (4) na cidade peruana de Huaraz (norte), visa a colocar à disposição dos países andinos (Peru, Chile, Bolívia e Argentina), cujas geleiras estão afetadas pela mudança climática, experiências, práticas e pesquisas sobre a questão do derretimento e suas consequências.

Segundo a Autoridade Nacional da Água (ANA) do Peru, nos últimos 30 anos a superfície das geleiras retrocedeu 40% e calcula-se que na década 2020-2030 as geleiras abaixo dos 5.000 metros acima do nível do mar terão desaparecido.

 

Fonte: G1 Natureza

Anúncios

Deixe o seu comentário ele é muito importante para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s