Mutilou pais até à morte e depois deixou-se decapitar por comboio


Trata-se de um crime que está não só a chocar a comunidade de Sarilhos Grandes, no Montijo, como todo o País. Um homem de 34 anos, cuja orientação satânica era flagrante, mutilou os seus pais com uma faca e um martelo até à morte, dirigindo-se depois a uma linha férrea, onde se suicidou, ao deixar-se decapitar por um comboio, conta a edição desta terça-feira do Diário de Notícias.

Mutilou pais até à morte e depois deixou-se decapitar por comboio

Ricardo Carvalho, de 34 anos, que residia com os pais na localidade de Sarilhos Grandes, no Montijo, tornou-se o mais recente protagonista de um crime mórbido.

O homem, gótico e satânico, decidiu matar a sua mãe, Maria de Lourdes Carvalho, de 60 anos, e o seu pai, Marcelino Carvalho, de 63, mutilando-os com uma faca e, segundo indica o Diário de Notícias, também com um martelo, até que sucumbissem.

Os corpos do casal foram encontrados em casa, onde ocorreu o crime, retalhados, e jazendo numa larga poça de sangue.

Mas antes, fora o cadáver de Ricardo que havia sido sinalizado pelas autoridades. O homem suicidou-se na linha férrea, tudo indica, logo depois de ter assassinado os pais, deixando-se decapitar por um comboio.

Só mais tarde a polícia viria a deparar-se com o cenário de horror na habitação que abrigava aquela família.

O móbil do crime poderá ter sido dinheiro.  

 

Fonte: Noticias ao Minuto

Anúncios

Deixe o seu comentário ele é muito importante para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s