Morreu James Gandolfini.


O ator James Galdolfini, de 51 anos, protagonista da série “Os Sopranos”, morreu na quarta-feira de ataque cardíaco, em Itália, onde se encontrava de férias.

Morreu James Gandolfini

Ficará para sempre como o Tony Soprano de “Os Sopranos” (1999-2007) — James Gandolfini faleceu, subitamente, vitimado por ataque cardíaco; o actor, de 51 anos de idade, encontrava-se de férias, em Itália. A notícia foi conhecida ao final do dia 19 de Junho, tendo sido divulgada em primeira mão pelo site Deadline Hollywood.

De figura pesada, por vezes agressiva, mas também habitada por muitas subtilezas psicológicas, o Tony Soprano de Gandolfini encarnava o próprio paradoxo central da série: os mafiosos que querem manter uma postura social de imaculada neutralidade. O certo é que, quando David Chase o escolheu, o actor tinha já uma carreira tão importante quanto diversificada.

Nascido em Westwood, New Jersey, a 18 de Setembro de 1961, Gandolfini era de ascendência italiana. Começou a interessar-se pela representação quando passou a viver em Nova Iorque, depois de ter concluído o curso de Comunicação, na Rutgers University. A sua carreira consolida-se, tanto em teatro como em cinema, no começo da década de 90. Momentos determinantes: uma versão teatral de “Há Lodo no Cais”, em 1992, na Broadway, e o filme “True Romance” (1993), de Tony Scott.

De novo sob a direcção de Tony Scott, integrou o elenco de “Maré Vermelha” (1993). Mesmo depois de ter começado a participar em “Os Sopranos”, manteve uma actividade regular no cinema, surgindo em títulos como: “Get Shorty – Jogos Quase Perigosos” (1995), de Barry Sonnenfeld; “A Qualquer Custo” (1998), de Steven Zaillian; “O Barbeiro” (2001), de Joel e Ethan Coen; “O Último Castelo” (2001), de Rod Lurie; e “O Sítio das Coisas Selvagens” (2009), de Spike Jonze (em que dava voz ao “monstro” de nome Carol).

Mais recentemente, Gandolfini participara em “Mata-os Suavemente” (2012), de Andrew Dominik, e “00:30 A Hora Negra”, de Kathryn Bigelow (em que assumia a personagem de Leon Panetta, director da CIA). O trabalho em “Os Sopranos” valeu-lhe, entre outras distinções, três Emmys e um Globo de Ouro. O seu derradeiro filme, “Animal Rescue”, realizado pelo belga Michaël R. Roskam, encontra-se em fase de pós-produção.

Recorde-se que, nos primeiros dias do mês de Junho, a associação de argumentistas dos EUA — Writers Guild of America — divulgara a sua lista das “101 mais bem escritas séries de TV”. Nos lugares de honra figuravam:
1 – “Os Sopranos”
2 – “Seinfeld”
3 – “The Twilight Zone”

Anúncios

Deixe o seu comentário ele é muito importante para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s