Paradeiro de Snowden é desconhecido.


A localização do ex-funcionário da CIA, que foi parar nas manchetes em todo o mundo ao se declarar a fonte do vazamento de um programa ultrassecreto de vigilância do governo dos Estados Unidos, voltou a ser desconhecida. 

Dois dias depois de ter saído de um hotel de Hong Kong, de onde disse que não tinha “intenção de esconder quem seu sou, porque sei que não fiz nada de errado”, Edward Snowden, de 29 anos, não podia ser encontrado nesta quarta-feira, embora seja a figura central do noticiário mundial. 

Em entrevista concedida no domingo, Snowden disse que não queria ser o centro das atenções, afirmando que a “história não é sobre mim. Eu quero que seja sobre o que o governo dos Estados Unidos está fazendo.”

Com poucas novidades sobre Snowden ou seu paradeiro, os meios de comunicação de Hong Kong e de outras partes do mundo focaram suas atenções na namorada norte-americana, uma dançarina que postou na internet fotografias parcialmente nuas de si mesma antes de também desaparecer. 

“Espião em fuga, namorada à vontade”, lia-se na manchete do Apple Daily, acima de uma foto de Lindsay Mills, de 28 anos, numa imagem provocadora retirada de seu blog, que desde então saiu do ar. Acredita-se que Mills não esteja viajando com Snowden, que, para muitos, continua em Hong Kong. 

O Apple Daily citou fontes não identificadas do departamento de imigração de Hong Kong dizendo que não têm registros sobre a saída de Snowden do território. Um porta-voz do departamento, que falou em condição de anonimato, disse que não poderia confirmar a informação porque não faz comentários sobre casos individuais. 

O repórter Ewen MacAskill, do jornal britânico The Guardian, que entrevistou Snowden a respeito das revelações feitas por ele, escreveu na noite de terça-feira que “como imaginado”, Snowden estava agora numa casa privada em Hong Kong, mas não deu detalhes. 

Glenn Greenwald, jornalista do Guardian que também entrevistou Snowden em Hong Kong, concedeu uma série de entrevistas sobre o caso, mas se recusou a revelar qualquer informação sobre a localização de Snowden ou seus planos para o futuro. 

Partidários do norte-americano em Hong Kong organizam um protesto com ativistas de direitos humanos locais e importantes políticos que lutam pela democracia que deve passar em frente ao consumado norte-americano na tarde de sábado. 

Há uma série de perguntas sobre a razão pela qual Snowden escolheu se mostrar em Hong Kong, uma região chinesa autônoma que mantém um sistema legal de estilo ocidental e liberdade de expressão, embora ele tenha declarado que considera o território relativamente livre e aberto. 

Hong Kong tem acordo de extradição com os Estados Unidos, mas há exceções no caso de perseguição política ou quando há temores sobre tratamento cruel ou humilhante.

 

Fonte: Associated Press.

Anúncios

Deixe o seu comentário ele é muito importante para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s