O despertar da sexualidade.


Antes um assunto polêmico, a descoberta da sexualidade é tema cada vez mais discutido em casa e na escola. Adolescentes têm sido frequentemente estimulados por meios de comunicação como internet, TV e revistas, e com isso, entram em contato cada vez mais cedo com este universo. Pesquisa realizada pelo IBGE mostra que, aos 15 anos, 30% dos adolescentes brasileiros já iniciaram sua vida sexual, 24% deles sem usar preservativo. A primeira menstruação também tem sido precoce entre as meninas, girando em torno dos 12 anos.

Nessa fase, é comum que surjam dúvidas e muitas perguntas. Por isso, a união de pais e professores para respondê-las é essencial para que o jovem tenha consciência dos perigos de uma relação desprotegida, que pode resultar numa gravidez precoce ou mesmo numa doença sexualmente transmissível. Achar que é muito cedo e ignorar os questionamentos não é o melhor caminho. É preciso acompanhar a evolução dos adolescentes e estar acessível numa época em que eles descobrem coisas novas a cada dia.

Por isso, permitir que os jovens conheçam o próprio corpo, saibam as formas de se prevenir e as consequências, além de proporcionar uma troca de ideias entre pais e filhos, faz com que o início da vida sexual aconteça com segurança e consciência, sem arrependimentos futuros.

 

Texto de: Sheila Rigler do Paraná online.

Anúncios

Deixe o seu comentário ele é muito importante para nós.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s